Posted by: kohlerortofacial | May 10, 2010

Encontro auxilia pessoas com problema de zumbido

Falta de sono, alteração de humor, dificuldade de concentração e mudanças em sua vida social podem ser indicadores de que você é uma pessoa com problema de zumbido. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, esta é a realidade de cerca de 278 milhões de pessoas no mundo – 28 milhões somente de brasileiros que sofrem com esse male.
Paulo Jesuan Guimarães Ulbrich é um desses brasileiros e com uma história única. Refém dos zumbidos há sessenta anos e vinte quatro horas por dia, a sua vida foi em função do problema. “Sempre soube que tive esse problema, porém, ainda não tive a oportunidade de ter um tratamento”, conta.
Ulbrich foi um dos participantes do Grupo de Apoio as Pessoas com Zumbido (GAPZ), que aconteceu na tarde desta sexta-feira, 07 de maio, no Hospital de Clínicas. Após ouvir a palestra, ministrada para uma platéia de pessoas com problemas parecidos ao dele, ele resolveu que era momento de começar o tratamento, se livrando do tormento que o acompanhou durante sua vida inteira.
Uma das palestrantes, a psicóloga Lesle Maciel abordou os aspectos emocionais relacionados ao zumbido, falando como esse irritante barulho pode atrapalhar a vida de uma pessoa, afastando-a do convívio de familiares e amigos. Segundo Lesle, o primeiro passo para a melhora é o reconhecimento do problema. “As pessoas que tem zumbido, tem dificuldades em reconhecer que tem um problema. Só após essa atitude que ela vai procurar um médico, que traçará seu histórico e uma solução terapêutica”, diz.
Geralmente, quem sofre desse mal perde o prazer de viver, mas depois de efetuados os exames necessários e o tratamento definido, o paciente retoma sua qualidade de vida, além de ter diminuição ou, até mesmo, a ausência dos sintomas. “Cuidar do zumbido é uma forma de cuidar de si mesmo, depende da própria pessoa achar saída e fazer pequenas mudanças no comportamento dos seus hábitos”, afirma Lesle.
De acordo com a fisioterapeuta Vivian Pasqualin, o problema não é exatamente uma doença, mas um sintoma que pode ser provocado por mais de duzentas causas, como por exemplo, alto consumo de cafeína, pressão alta, diabetes e até disfunções da mandíbula. “Para quem sofre de zumbido, não há motivo para se assustar, pois ele tem cura”, completa Vivian.
Mas antes de procurar uma psicóloga e ao sentir os sintomas, o ortodontista e ortopedista facial Gerson Köhler, da equipe interdisciplinar do GAPZ,  recomenda que o paciente marque uma consulta com otorrinolaringologista. “Ao descartar a possibilidade de problemas nas estruturas internas do ouvido, o médico o encaminhará para as outras especialidades”, explica.
De acordo com Köhler é a partir desse primeiro diagnóstico que há uma análise da região craniofacial, através da qual será possível detectar se o zumbido tem como causa também este componente, proveniente de função inadequada do aparelho mastigatório.
A coordenadora do grupo, Rita Mendes, complementa: “Como o zumbido pode ter várias causas é importante que sejam feito exames detalhados.
Por isso, essa equipe é multidisciplinar – contando com otorrinolaringologistas, odontologistas, fonoaudiógolos, fisioterapeutas, psicólogos, entre outros profissionais”, conclui.
O GAPZ já funciona em Curitiba há quase sete anos, tendo surgindo inicialmente em São Paulo, através da Professora Doutora Tanit
Sanchez, da Divisão de Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina da USP, uma das mais conceituadas especialistas em zumbido no Brasil.
Próximo encontro:
Serviço: Grupo de Apoio a Pessoas com Zumbido
Próximo e encontro: 11 de junho
Tema: “Principais exames médicos e audiológicos para o diagnóstico do zumbido”
Palestrante: Rita Mendes, coordenadora do GAPZ e Izabella Pedriali de Macedo.
Horário: a partir das 14h
Local: 5º andar anexo B do Hospital de Clínicas da Universidade
Federal do Paraná

Crédito: Marie-Claire Devos


Responses

  1. […] http://canaldoouvido.blogspot.com/2011/10/17-em-cada-100-pessoas-sofrem-com.html http://gersonkohler.wordpress.com/2010/05/10/encontro-auxilia-pessoas-com-problema-de-zumbido/ […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: