Posted by: kohlerortofacial | October 22, 2009

Há uma maneira de acelerar o tratamento ortodôntico?

imagesCAIX278CO segredo do tratamento ortodôntico é a movimentação dentária, possível graças à possibilidade de remodelação dos ossos em que os dentes estão presos. A resposta biológica não pode ser acelerada, ela precisa de um espaço de tempo razoável para que os tecidos ósseos se remodelem adequadamente, sem prejuízos à saúde bucal dos pacientes.
O aparelho aplica pressões específicas em cada dente para posicioná-lo da maneira correta, corrigindo a oclusão. Esse procedimento estimula uma reabsorção óssea controlada onde o dente pressiona e uma nova formação na parte que fica mais “folgada”. Ou seja, apesar de duro, o tecido ósseo tem plasticidade durante toda a vida, é maleável e permite que o tratamento ortodôntico seja realizado graças à sua capacidade de remodelagem, para conter os dentes em suas novas e corretas posições.
Então, vem a pergunta: “mas se aumentar a força, o dente não se move mais rápido”? Não é bem assim. Como já mencionado antes, o organismo tem seu tempo devido para fazer essa readaptação estrutural, que varia no intervalo de 21 a 30 dias, em geral, o tempo de intervalo entre as consultas com o ortodontista. Aplicar uma pressão desproporcional, além do desconforto e da sensibilidade extremos, pode levar à absorção das raízes dos dentes, com possibilidade de lesão e até – em casos mais extremos – de eventual possibilidade de perda destes. Além disso, existem certos pacientes que podem apresentar uma predisposição inata para que isso possa vir a ocorrer, o que exige cuidados e cautelas especiais, com rigorosos controles radiográficos periódicos.
Ainda é preciso estar atento para a presença de outras condicionantes no momento da diagnose e da planificação do tratamento para o paciente. Deve-se observar a morfologia dos dentes, das raízes, da região em que estão alocados, da densidade óssea local, a saúde geral e a idade da pessoa, para saber quais pressões dos aparelhos podem ser empregadas com segurança e conforto para o paciente.
Por isso, a frequência de visitas ao ortodontista deve ser respeitada criteriosamente. O intervalo médio de um mês não é estabelecido por acaso, ele acompanha o ritmo da evolução da terapia, que dura cerca de 30 a 36 meses na maioria das vezes, dependendo sempre da complexidade de cada caso clínico. O tratamento deve ser feito com calma, sem pressa, para que o resultado buscado atenda tanto às expectativas – funcionais e estéticas – do especialista em Ortodontia quanto aquelas do paciente.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: