Posted by: kohlerortofacial | July 15, 2009

Controlar o ronco e evitar apnéias pode ser mais simples do que você imagina

images54Um grupo de pesquisadores do Laboratório do Sono, da Divisão Pulmonar do Instituto do Coração (INCOR) da USP elaborou uma série de exercícios  que diminuem consideravelmente a ocorrência do ronco nos pacientes. O objetivo é fortalecer e tonificar a musculatura do rosto, da boca e do pescoço, o que mantém o caminho livre para a respiração durante o sono.
O que acontece é que quando esses tecidos estão flácidos, a tendência é que relaxem e caiam, fechando a orofaringe. Como estão sem tônus, ficam moles e vibram com a passagem do ar. Nesses casos ocorre o ronco, mas o bloqueio da garganta pode ser total, ocasionando as apnéias, ou paradas, por cerca de 10 segundos, da respiração.
Os resultados obtidos pelos especialistas do Incor são extremamente promissores, pois as pessoas que se submeteram aos exercícios tiveram sensível melhora do quadro. Em alguns casos, o nível de som do ronco ficou próximo da respiração normal. Isso mostra que o ataque aos distúrbios oromiofaciais (relacionados à tonicidade dos músculos da boca, como a língua e o palato mole) pode ser um caminho para tratar a síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS).
A novidade parece ser um avanço importante para a área de medicina do sono. Anteriormente, só existiam três formas possíveis de tratamento: a cirurgia de uvulofaringoplastia, o uso de aparelhos CPAP, que injeta ar sob pressão positiva durante o sono, e os aparelhos intrabucais, que mantém a mandíbula e a base da língua para frente, deixando a orofaringe aberta para a passagem do ar.
O método de tratamento, entretanto, continua a critério do médico do sono, que deverá avaliar qual a causa do problema no paciente. A SAOS pode estar relacionada também a má formações da região craniofacial, por exemplo, em casos de retrognatia – quando a posição da mandíbula está errada – e micrognatia – quando o tamanho da mandíbula é menor que o normal. São as chamadas anomalias dentofaciais, que não podem deixar de ser avaliadas nesses casos. Além disso, a idade, a genética, o sexo, a obesidade também são fatores que podem influenciar a ocorrência de apnéias e roncos.
Por isso, é importante que os pacientes passem pelo exame de polissonografia, um exame laboratorial de extrema importância na área de distúrbios do sono. Durante uma noite inteira, especialistas acompanham todos os sinais realizados pelo corpo, por meio de câmeras e sensores. Dessa maneira, é possível encontrar as causas do problema e indicar a melhor terapia. É sempre válido lembrar que cada pessoa tem suas especificidades e necessidades, logo, nem todo tratamento que funciona para um, será eficiente em outro caso. Se tiver dúvidas, procure um especialista da área.


Responses

  1. Faltou apenas revelar quais são os exercícios para tonificar os músculos que estão associados com a ocorrência do ronco.

    • Paulo, os exercícios são uma questão terapêutica. Assim como medicamentos, existem diversos deles. Não existe uma série que sirva para tudo. Cada caso é um caso. É necessário primeiramente um correto diagnóstico para – somente então – prescrever os exercícios necessários.
      Dr. Gerson Kohler

  2. sim, mas esta materia esta muita vaga para mim,quais são os exercícios?

    • Exercícios são uma questão terapêutica. Assim como medicamentos, existem diversos deles. Não existe uma série que sirva para tudo. Cada caso é um caso. É necessário primeiramente um correto diagnóstico para – somente então – prescrever os exercícios necessários.
      Dr. Gerson Kohler

  3. faltou descrever como deve ser feiro os exercicios por favor envie a resposta pois creio que todos estão aguardando

    • Exercícios são uma questão terapêutica. Assim como medicamentos, existem diversos deles. Não existe uma série que sirva para tudo. Cada caso é um caso. É necessário primeiramente um correto diagnóstico para – somente então – prescrever os exercícios necessários.
      Dr. Gerson Kohler

  4. até pode ser, mas quais são os exercicios mais comuns?

  5. Simone, por favor não insista. A tecnologia é ótima e nos ajuda muito, mas não posso fazer uma consulta via blogs, cada caso é um caso e deve ser analisado de perto. Eu já respondi em todos os comentários, vc não leu? Vou repetir: “Não existe uma série que sirva para tudo. É necessário primeiramente um correto diagnóstico para – somente então – prescrever os exercícios necessários.”

  6. Excelente informação.

    • Obrigada!

  7. EU GOSTARIA DE SABER QUAL É O METODO MAS EFICAZ PRA apnéias.

    • É preciso uma avaliação diagnóstica, após um exame de PSG (polissonografia). Se a apnéia for moderada, poderá ser tratada com aparelho intrabucal, se for severa necessitará o CPAP (máscara com pressão positiva).
      Primeira providência: consultar um especialista em Distúrbios do Sono.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: